quinta-feira, 17 de março de 2011

Ainda o Japão...

quando o país mais bem preparado do mundo para enfrentar um sismo se encontra assim....

http://www.boston.com/bigpicture/2011/03/massive_earthquake_hits_japan.html

Tsunami no Japão 12/03/2011 - Tragédia já é considerada a maior da história




Um tsunami (em japonês: 津波, lit. "Onda de porto") ou maremoto (do latim: mare, mar + motus, movimento) é uma série das ondas de água causada pelo deslocamento de um grande volume de um corpo de água, como um oceano ou um grande lago. Tsunamis são uma ocorrência frequente no Japão; aproximadamente 195 eventos desse tipo foram registrados.[1] Devido aos imensos volumes de água e energia envolvidos, tsunamis podem devastar regiões costeiras. Acidentes podem ocorrer de forma elevada, visto que as ondas se movem mais rapidamente do que os seres humanos.

Terremotos, erupções vulcânicas e outras explosões submarinas (detonações de artefatos nucleares no mar), deslizamentos de terra e outros movimentos de massa, impactos bólidos, e outros distúrbios acima ou abaixo da água têm o potencial para gerar um tsunami.

Mundo - Consequências das explosões na central nuclear no Japão - RTP Noticias, Vídeo

Mundo - Consequências das explosões na central nuclear no Japão - RTP Noticias, Vídeo

Após o terremoto que aconteceu no Japão, parece que a série de problemas não tem mais fim, é um atrás do outro. O principal deles que agora está sendo muito discutido em todos os telejornais e jornais impressos é o caso da usina nuclear de Fukushima, a mais próxima ao epicentro.
De acordo com o G1, sem eletricidade, houve um desligamento do sistema de refrigeração, e técnicos tentavam conter a pressão do vapor que se acumulava. Foi decretada uma zona de exclusão num raio de dez quilômetros de uma das usinas, e 50 mil moradores retirados da região.
As autoridades aconselharam a evitar água da torneira que pode ser contaminada por radioatividade. O conselho está sendo seguido até em Tóquio, a mais de 300 quilômetros da usina.
Consequências
Duas explosões na central nuclear de Fukushima alimentaram nesta segunda-feira o temor de um desastre atômico. Se esse desastre acontecer, literalmente será a destruição do Japão.
O Jornal de Santa Catarina explica que as explosões desta segunda-feira no reator número 3 de Fukushima 1 deixaram 11 feridos, mas o edifício e o reator não foram danificados, segundo a Agência de Segurança Nuclear do Japão. Uma explosão foi registrada no sábado no reator número 1, matando um técnico e deixando 11 feridos.

O que fazer perante um sismo


Quando ocorrer um sismo, mantenha a CALMA mas conte com a ocorrência de possíveis réplicas. O que deve fazer:

· Não acenda fósforos nem isqueiros, pois pode haver fugas de gás.

· Corte imediatamente o gás, a electricidade e a água.

· Observe se a sua casa sofreu danos graves. Saia imediatamente se não for segura. Nunca utilize os elevadores.

· Cuidado com vidros partidos ou cabos de electricidade. Não toque em objectos metálicos que estejam em contacto com fios eléctricos.

· Evite ferimentos protegendo-se com roupa adequada.

· Observe se há pequenos incêndios e extinga-os.

· Limpe urgentemente o derrame de tintas, pesticidas e outras substâncias perigosas e inflamáveis.

· Afaste-se das praias. Depois de um sismo pode ocorrer um tsunami (onda gigante).

· Solte os animais, eles tratam de si próprios.

· Se estiver na rua, não vá para casa.

· Se houver feridos, ajude-os, se souber. Mas cuidado, não remova feridos com fracturas, a não ser que haja perigo de incêndio, inundação ou derrocada. Peça ajuda.

· Ligue o rádio e fique atento às instruções difundidas.

· Não utilize o telefone, excepto em caso de extrema urgência (feridos graves, fugas de gás ou incêndios).


TENHA EM LOCAL ACESSÍVEL OS NÚMEROS DE TELEFONE DOS SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA

Sismos

AUTOPROTECÇÃO

O sismo é um fenómeno natural, resultante de uma vibração mais ou menos violenta da crosta terrestre. Apesar de não se poder impedir ou prever os seus efeitos podem ser minimizados com comportamentos adequados. Manter a calma e saber agir pode marcar a diferença.

PREPARE A SUA CASA

· Liberte as saídas e os corredores de móveis e outros objectos.

· Fixe as estantes ou móveis pesados, as garrafas de gás, os vasos e floreiras às paredes de sua casa.

· Coloque os objectos mais pesados nas prateleiras mais baixas das estantes.

· Não localize as camas perto de janelas ou debaixo de candeeiros. Cuidado com os vidros!

· Tenha um extintor em casa. Aprenda a usá-lo e faça a revisão periódica.

PLANO DE PROTECÇÃO

EM CASA OU NUM EDIFÍCIO

Locais mais SEGUROS

· Vãos de portas, de preferência em paredes-mestras.

· Cantos das salas.

· Debaixo de mesas, camas ou outras superfícies resistentes.

Locais mais PERIGOSOS

· Elevadores.

· Junto a janelas, espelhos e chaminés.

· No meio das salas.

· Saídas.

Tenha sempre à mão um estojo de emergência

· Rádio a pilhas.

· Lanterna a pilhas.

· Pilhas de reserva.

· Estojo de primeiros socorros.

· Medicamentos essenciais.

· Agasalhos.

Tenha sempre armazenados água e alimentos enlatados para 2 ou 3 dias.

Durante

Mantenha a CALMA!

· Se estiver na rua mantenha-se afastado dos edifícios altos, postes de electricidade e outros objectos que possam cair. Dirija-se para um local aberto.

· Se for a conduzir pare o veículo, longe de edifícios, muros, encostas, postes e cabos de alta tensão, e permaneça dentro dele.

Terramoto no Japão


No passado dia 11 de Março, este país sofreu o Maior sismo da sua história – 8.9 na escala de Richter. Seguido por um tsunami que matou cerca de 9000 pessoas e 8606 desaparecidos de acordo com os últimos dados. De acordo com a imprensa japonesa, que cita os serviços de protecção civil, mais de 100 mil casas ficaram destruídas. O número de feridos chega a 2 285. O chefe da polícia afirmou estar certo de que o número de vítimas iria ultrapassar as 10 000 só na região, onde se localiza a cidade de Sendai.

Os trabalhos de recuperação de corpos e de limpeza estão a ser dificultados devido ao racionamento de energia que faz com que haja pouco combustível. Na sequência do tsunami, e do terramoto que o originou, a central nuclear de Fukushima foi afectada e os níveis de radioactividade estão muito altos. As autoridades tentam de tudo para conseguir travar o sobreaquecimento que leva à emissão de materiais radioactivos para a atmosfera.

quinta-feira, 10 de março de 2011

E aqui estão as colagens...


Identificámos alguns espaços:

CRE / BE




WC masculino


WC feminino




Sala de TIC



Sala de Educação Especial




Sala da Matemática


A NOSSA "CIDADE"

Ontem, quarta-feira, dia sem aulas, cá estavamos nós a decorar/embelezar a nossa "cidade"!


O Clube, juntamente com as professoras Maria José Monteiro e Cláudia Francesco, em parceria com Serralves num projecto comum, dedicou-se a pinturas e colagens.


Aqui ficam algumas imagens:












quinta-feira, 3 de março de 2011


O Dia da Protecção Civil tem como principal objectivo destacar a importância dos cidadãos e a sua intervenção conjunta com outros agentes de diversas áreas sociais, em prol da segurança e protecção colectiva. Esta celebração anual pretende homenagear todos aqueles que se empenham na protecção e socorro de pessoas e bens.

A Protecção Civil no AVERT


Nos passados dias 17 e 25 de Fevereiro a Protecção Civil foi convidada a visitar os vários estabelecimentos de ensino do AVERT, no sentido de assistir aos exercícios de evacuação em cada escola e jardim-de-infância. Posteriormente, o senhor Comandante José Fernando Alves e três técnicos da PC de Gondomar, levaram a efeito acções de sensibilização junto de todos os alunos, docentes e não-docentes.
Deixamos aqui algumas fotografias deste evento, para recordar...

EB1 S.Caetano nº1


JI Alto Soutelo


EB1 Cabanas

EB1 Cabanas

EB1 Alto Soutelo

EB1 Alto Soutelo