segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

DIA DA PROTEÇÃO CIVIL - 1 DE MARÇO




A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) realiza na próxima 3.ª feira, 1 de março, a cerimónia comemorativa do Dia da Proteção Civil, efeméride instituída a nível mundial pela Organização Internacional de Proteção Civil (OIPC) e a nível nacional por despacho do Ministro da Administração Interna. 


A sessão evocativa do Dia da Proteção Civil, este ano dedicada ao tema “A importância do patamar local na promoção de Comunidades Resilientes”, terá lugar na sede da ANPC, em Carnaxide, pelas 10h30m, e é presidida pela Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, contando também com a presença do Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, e de numerosos dignitários das mais diversas entidades públicas e privadas com relevo para o sistema de proteção civil. 

Durante a cerimónia serão homenageados aqueles que, tendo demonstrado elevado sentido cívico e genuína entrega à causa do bem comum, acabaram por perder a vida no decurso de operações de proteção e socorro. 

Serão, ainda, condecorados o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), com a medalha de mérito de proteção e socorro, grau ouro, distinto laranja, pelo relevante papel que desempenham no sistema nacional de proteção civil. 

Por todo o país, os Comandos Distritais de Operações de Socorro (CDOS) da ANPC e os demais agentes que integram o sistema nacional de proteção civil irão comemorar a data com iniciativas para públicos diversos, promovendo simulacros, exposições e/ou de jornadas de reflexão alusivas à temática -“Importância do patamar local na promoção de Comunidades Resilientes”, destacando o papel fundamental dos poderes públicos locais e do trabalho de proximidade entre diferentes agentes e atores sociais, no trabalho em prol da valorização e desenvolvimento dos territórios, tendo em vista a proteção e segurança dos cidadãos. 

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Aviso à população: precipitação, neve, vento forte e agitação marítima




Situação Meteorológica:
No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), realizado hoje no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), e de acordo com a informação meteorológica disponibilizada pelo IPMA, salienta-se para os próximos dias um agravamento das condições meteorológicas, com especial incidência para as regiões a norte do rio Tejo e Alto Alentejo, em particular, no Minho e Douro Litoral, com a probabilidade de ocorrência de:
– Queda de neve acima dos 1000/ 1200 metros de altitude, acumulando pelo menos 5 cm a partir do fim da madrugada de amanhã sexta-feira, descendo a cota gradualmente a partir do início da tarde para os 400/ 600 metros acumulando entre 6 e 30 cm até ao final do dia de sextafeira. 
No sábado, prevê-se queda de neve em regime de aguaceiros acima de 200/ 400 metros de altitude, embora com menor intensidade, podendo também atingir as regiões do sul. 
– Chuva por vezes forte (podendo acumular entre 30 e 40 mm em 6 horas), passando a aguaceiros por vezes fortes (entre 10 e 20 mm/h) de granizo e acompanhados de trovoada, entre o fim da madrugada e o fim do dia de amanhã sexta-feira, em especial no período entre o início da manhã e o meio da tarde; 
– Vento muito forte do quadrante sul, rodando para noroeste a partir da tarde sexta-feira, com rajadas até 80 km/h (até 90 km/h no sábado) no litoral e até 100 km/h terras altas, a partir do fim da madrugada do dia de amanhã sexta-feira até ao fim do dia de domingo;
– Agitação marítima na costa ocidental com ondas de noroeste entre 4 e 5 metros de altura significativa, a partir do meio da tarde de sexta-feira, aumentando a partir da do início da tarde de sábado para 5 a 6 metros de altura significativa (altura máxima entre 10 e 12 metros e período médio entre 10 a 11 segundos, no sábado) até ao fim da manhã de domingo.

Informação hidrológica relevante: 
– Possibilidade de inundações nas zonas historicamente vulneráveis.

Acompanhe as previsões meteorológicas em www.ipma.pt

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

AVISO LARANJA PARA O DISTRITO DO PORTO



O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) atualizou os alertas para o fim de semana e colocou sete distritos em Aviso Laranja na sexta-feira por causa das chuvas fortes e da agitação marítima.
De acordo com a informação disponibilizada pelo IPMA, os distritos do Porto, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Aveiro, Coimbra e Braga estão sob Aviso laranja.
O Aviso Laranja é o segundo mais grave numa escala de quatro e significa uma situação meteorológica de risco moderado a elevado, enquanto o Aviso Amarelo, menos grave, representa uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.
Os distritos do Porto, Viana do Castelo e Braga vão estar sob 'Aviso Laranja' entre as 06:00 e as 17:59 de sexta-feira, dia 12 de fevereiro, por causa da chuva persistente e por vezes forte, sendo que estes três distritos estão também sob Aviso Laranja por causa da agitação marítima entre as 09:00 e as 18:59 de domingo, dia 14.
Nestes distritos, o IPMA alerta para ondas de noroeste com cinco a sete metros, que podem atingir entre 10 a 12 metros de altura máxima.
Os distritos de Lisboa, Leiria, Aveiro e Coimbra estão também sob 'Aviso Laranja' por causa da agitação marítima, entre as 09:00 e as 18:59 de domingo, com ondas de noroeste com cinco a sete metros que podem chegar aos 12 metros de altura máxima.
Os distritos de Bragança, Viseu, Porto, Guarda, Vila Real, Viana do Castelo, Castelo Branco, Aveiro, Coimbra e Braga vão estar também sob Aviso Amarelo devido a chuvas persistentes e por vezes fortes.
Nos distritos do Porto, Faro, Setúbal, Lisboa, Leiria, Beja, Aveiro, Coimbra e Braga há também Aviso Amarelo por causa da agitação marítima, com ondas de noroeste de quatro a cinco metros de altura.