segunda-feira, 16 de outubro de 2017

A TERRA TREME

EXERCÍCIO PÚBLICO DE CIDADANIA NO ÂMBITO DO RISCO SISMICO
O exercício nacional A TERRE TREME, teve lugar na sexta feira passada, 13 de outubro, às 10h13.
Esta iniciativa, promovida pela Autoridade Nacional de Proteção Civil e que tem a duração de apenas 1 minuto, procura chamar a atenção para o risco sísmico e para a importância de comportamentos simples que os cidadãos devem adotar em caso de sismo, mas que podem salvar vidas.
Muitas zonas do globo são propensas a sismos e Portugal também é um território suscetível, com zonas particularmente sensíveis a este risco.
Nós podemos estar em qualquer lado quando começar um sismo: em casa, na escola, no trabalho ou mesmo de férias. Colocamos a pergunta – estamos preparados para enfrentar uma situação de sismo e recuperar dela rapidamente?
Aproveite a ocasião para relembrar os procedimentos que deve adotar antes, durante e depois de um sismo, a começar pela sua casa e a sua família.

ANTES
O que fazer:
·                     Informe-se sobre as causas e efeitos possíveis de um sismo na sua zona. Fale sobre o assunto de uma forma tranquila e serena com os seus familiares e amigos.
·                     Elabore um plano de emergência para a sua família.
·                     Certifique-se que todos sabem o que fazer, no caso de ocorrer um sismo.
·                     Combine previamente um local de reunião, para o caso dos membros da família se separarem durante o sismo.
·                     Prepare a sua casa por forma a facilitar os movimentos, libertando os corredores e passagens, arrumando móveis e brinquedos.
·                     Organize o seu kit de emergência: reúna uma lanterna, um rádio portátil e pilhas de reserva para ambos, bem como um extintor e um estojo de primeiros socorros.
·                     Armazene ainda água em recipientes de plástico e alimentos enlatados, para dois ou três dias (atenção: verifique com periodicidade os prazos de validade destes componentes).
·                     Identifique os locais mais seguros, distribuindo os seus familiares por eles: vão de portas interiores, cantos de paredes-mestras, debaixo de mesas e de camas.
·                     Mantenha uma distância de segurança em relação a objetos que possam cair ou estilhaçar.
·                     Conheça os locais mais perigosos: junto a janelas, espelhos, candeeiros, móveis e outros objetos. Elevadores e saídas para a rua.
·                     Fixe as estantes, os vasos e floreiras às paredes da sua casa.
·                     Coloque os objetos pesados, ou de grande volume, no chão ou nas estantes mais baixas.
·                     Ensine todos os familiares como desligar a eletricidade e cortar a água e o gás.
·                     Tenha à mão, em local acessível, os números de telefone de serviços de emergência.



DURANTE
o que fazer se está dentro de casa ou dentro de um edifício


·  Se estiver num dos andares superiores de um edifício, não se precipite para as escadas.
·  Nunca utilize elevadores.
·  Abrigue-se no vão de uma porta interior, nos cantos das salas ou debaixo de uma mesa ou cama.
·  Mantenha-se afastado de janelas e espelhos.
·  Tenha cuidado com a queda de candeeiros, móveis ou outros objetos.
          
o que fazer se está na rua
·  Dirija-se para um local aberto com calma e serenidade, longe do mar ou cursos de água.
·  Não corra nem ande a vaguear pelas ruas.
·  Mantenha-se afastado dos edifícios (sobretudo dos mais degradados, altos ou isolados) dos postes de eletricidade e outros objetos que lhe possam cair em cima.
·  Afaste-se de taludes, muros, chaminés e varandas que possam desabar.
·  Se está num local com grande concentração de pessoas
·  Fique dentro do edifício, até o sismo cessar. Saia depois com calma, tendo em atenção as paredes, chaminés, fios elétricos, candeeiros e outros objetos que possam cair.
·  Não se precipite para as saídas. As escadas e portas são pontos que facilmente se enchem de escombros e podem ficar obstruídos por pessoas que tentam deixar o edifício 
·  Nas fábricas mantenha-se afastado das máquinas que podem tombar ou deslizar.

o que fazer se está a conduzir
· Pare a viatura longe de edifícios, muros, taludes, postes e cabos de alta tensão e permaneça dentro dela.


DEPOIS
o que fazer
Mantenha a calma e conte com a ocorrência de possíveis réplicas.                     
Não se precipite para as escadas ou saídas. Nunca utilize elevadores.
Não fume, nem acenda fósforos ou isqueiros. Pode haver fugas de gás.
Corte a água e o gás e desligue a eletricidade.
Utilize lanternas a pilhas.
Ligue o rádio e cumpra as recomendações que forem difundidas.
Limpe urgentemente os produtos inflamáveis que tenham sido derramados (álcool ou tintas, por exemplo).
Evite passar por locais onde existam fios elétricos soltos.
Não utilize o telefone, exceto em caso de extrema urgência (feridos graves, fugas de gás ou incêndios).
Não circule pelas ruas para observar o que aconteceu. Liberte-as para as viaturas de socorro.


NO AERT, ESTA ATIVIDADE FOI PROMOVIDA ASSIM:

Quando a a Terra Tremer: Já sabes o que fazer?
AGACHAR...
AGARRAR...
PROTEGER...
Não sais até o sismo parar.






Fotos da atividade no JI de Alto Soutelo

Sem comentários:

Enviar um comentário